Notícias

Prefeitura e Estado investem R$ 40 milhões para atrair filmes que mostram a capital no exterior

O “cash rebate”, espécie de reembolso, beneficiará filmagens na capital paulista com grande potencial de impacto internacional

De Secretaria Especial de Comunicação

A Prefeitura de São Paulo e o Governo do Estado, por meio das secretarias de Cultura, firmaram parceria para realização de um “cash rebate”, espécie de reembolso, para atração de filmagens na capital paulista com grande potencial de impacto internacional. Serão R$ 40 milhões, sendo R$ 20 milhões do Estado e os outros R$ 20 milhões da Administração Municipal.

Segundo o prefeito Ricardo Nunes, com esse benefício se consolida ainda mais a posição da cidade como um polo global da produção cinematográfica. “A gente vai fazer mais um ‘cash rebate’. Em 2021, foram R$ 8 milhões, recursos esgotados em menos de 24 horas, e agora serão R$ 40 milhões, sendo R$ 20 milhões do Governo do Estado e R$ 20 milhões da Prefeitura de São Paulo”, explicou o prefeito.

Para o chefe de gabinete da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, Fred Mascarenhas, “as secretarias de Cultura do Estado e do Município tem se aproximado nos últimos anos, e agora temos uma série de iniciativas em conjunto e outras que serão anunciadas em breve”, informou.

“Reembolso”

O programa de atração de filmagens, por meio de “cash rebate”, incentivará filmagens nacionais e internacionais na cidade. A ação reembolsará parte do valor gasto por produções que escolham a capital como locação. A iniciativa, que já é adotada em muitos países como Portugal, Colômbia, México, Estados Unidos, além de cidades como Londres, Madri e Nova York. O objetivo é promover internacionalmente a imagem de São Paulo por meio de produções audiovisuais que retratem a cidade.

O programa é destinado a produções brasileiras e estrangeiras de longas-metragens (live actions ou animações), séries e obras publicitárias internacionais, filmadas total ou parcialmente na cidade. Portanto, atrair filmagens para a cidade é gerar empregos e investimentos, além é claro, de promover São Paulo nacional e internacionalmente, o que também aumenta o número de turistas.

Conforme estudo da Olsberg-SPI (instituição de referência internacional em pesquisa sobre o setor audiovisual), em média 67% dos custos de uma produção audiovisual são gastos em outros setores econômicos, especialmente em setores extremamente afetados pela pandemia, como hotelaria, alimentação, entre outros.

 

SECOM - Prefeitura da Cidade de São Paulo

Telefones: 3113-8835/ 3113-8831

E-mail:* imprensa@prefeitura.sp.gov.br

Sala de imprensa: imprensa.prefeitura.sp.gov.br

Ações do documento

Vídeos

Construindo Histórias - Educomunicação

Ver agenda completa